És o meu lugar onde descansar




Dor constante, minha mente
Sem um farol
E eu só quero um lugar pra descansar
A minha bússola não tem mais pra onde apontar
E o tempo não passa
Tudo que eu tenho, uma certeza
Eu não descanso quando fecho os meus olhos
Um som de morte soa contra a minha paz
Transbordando o cálice do meu pranto
E não há lugar aonde descansar
Tua mente tão mais alta me faz sonhar
O sacrifício: o princípio e o fim
Meu coração conhece e segue a tua voz
A tua sombra, o meu descanso
A minha fonte
Uma certeza
O meu socorro num piscar dos meus olhos
A minha paz ouvindo o som da tua voz
E a tua mão pra dissipar o meu pranto
És o meu lugar aonde descansar!

Postagens mais visitadas