Você.

Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada. Cada um é feito de peculiaridades que são únicas e especiais, há quem diga que Deus sempre joga a forma fora quando cria um novo alguém, ou seja, acredita que você possa ser a única pessoa, das sete bilhões existentes no planeta com as suas características, com o seu jeito, com os seu olhos, com o seu sorriso, com a sua risada... há tanta gente nesse mundo tentando ser outras pessoas, criando outra personalidade, outro estilo, tomando atitudes diferentes das quais ela realmente tomaria. Este é um engano tremendo! Afinal, cada um se conhece e não é necessário tentar se parecer com outra pessoa, pois outras pessoas já existem, mas não existe ninguém igual a você, e essa sim é uma pessoa que deve ser guardada, mantida e zelada. Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos procurado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram. Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição. Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue; outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés. Os sentimentos são sempre uma surpresa.

Postagens mais visitadas