O início da jornada: passaporte e visto!




Olá, seja bem-vindo de volta!

No post de hoje vamos falar de alguns trâmites necessários antes de qualquer viagem internacional: passaporte e visto. Vamos lá?

Se você já escolheu o seu destino, é hora se informar se você tem o que é necessário para sair do país, o que implica em: ter um passaporte válido e saber se você precisa de um visto.

1. Passaportes

Independente do local escolhido é SEMPRE necessário estar com o seu passaporte em dia, afinal ele será o seu principal documento durante toda viagem. É nele que estarão contidas todas as informações a respeito de quem você e da onde você vem e também é ele que te permitirá voltar pra casa. 

Os passaportes podem ser solicitados através do site da Polícia Federal através do link abaixo:


Nesta página estão contidas todas as informações que você precisa saber para requerer o seu passaporte, como os documentos necessários, o preço para emissão, como marcar a entrevista e como retirar o seu passaporte. É bem didático. Lembrando que, a solicitação de passaporte NÃO É GRATUITA, pois você deve pagar a GRU, ou guia de Recolhimento da União, que custa cerca de R$ 260.

Feita a solicitação, você deve agendar pelo site uma entrevista em um dos postos policiais mais próximos e levar os seus documentos originais para emissão. Leia atentamente a lista de documentos disponibilizada no site, pois muita gente não presta atenção e acaba tendo que voltar para casa, o que pode custar a sua viagem. Vá arrumadinho, pois lá mesmo eles tiram a foto que irá aparecer no seu passaporte e como ele dura bastante tempo, é melhor não dar relaxo.

A emissão do passaporte não costuma demorar muito, mas dependendo da época do ano e da quantidade de solicitações ele pode demorar mais de um mês para chegar, então se programe. Tire o passaporte com pelo menos 3 (três) meses de antecedência para não correr o risco.

O passaporte também pode, dependendo da situação, ser emitido com urgência, mas para isso, você precisará provar que se encaixa nestas condições, como está escrito no site da PF.

“O passaporte de emergência será concedido àquele que, tendo satisfeito as exigências para concessão de passaporte, necessite do documento de viagem com urgência e não possa comprovadamente aguardar o prazo de entrega, nas hipóteses de catástrofes naturais; conflitos armados; necessidade de viagem imediata por motivo de saúde do requerente, do seu cônjuge ou parente até segundo grau, para a proteção do seu patrimônio, por necessidade do trabalho, por motivo de ajuda humanitária; interesse da Administração Pública ou outra situação emergencial cujo adiamento da viagem possa acarretar grave transtorno ao requerente”.

Se o seu passaporte ainda estiver válido, mas estiver prestes a vencer, o recomendado é que se faça a solicitação de um novo, pois muitos países podem pedir que ele tenha no mínimo 6 (seis) meses de validade. Foi o nosso caso, então achamos melhor tirar outro e não ser barradas atoa. Acabamos fazendo em cima da hora, mas no final deu tudo certo (ufa!).

Mais uma coisa, se você viajou anteriormente para algum país e recebeu o carimbo no seu passaporte antigo, leve ambos os passaportes. Aquele visto pode facilitar a sua entrada em outros países, pois através dele o serviço de imigração saberá que você já foi para outros países antes e retornou para o seu país de origem.

2. Vistos

Como eu sei que preciso tirar um visto para entrar num determinado país?

Isso é bem simples, procure no Google o site do consulado do país para o qual você vai viajar. Os sites dos consulados geralmente possuem essa aba de informação, onde você informa seu país de origem e o seu propósito de viagem, como estudo, turismo, trabalho, casamento, etc. E então ele te informará se você precisa de um visto e qual seria o tipo do mesmo.

No nosso caso, não precisamos solicitar nenhum visto antecipado. Porém, o Reino Unido emite um visto na hora quando você passa pela imigração já no país. Sim, pode acontecer de você pisar na terra e eles te mandarem para casa haha, mas fique tranquilo! Por que isso raramente acontece. No site do consulado britânico há uma lista de documentos, os quais você necessita obrigatoriamente levar e outra lista de documentos que eles recomendam que você leve.

Nestas listas estão diversos documentos, alguns óbvios como passaporte e a passagem de volta e outros não tão óbvios, como confirmação de reserva de hotel, extrato bancário recente, comprovante de vínculo empregatício ou universidade, endereço e afins. Estes documentos podem variar de acordo com o propósito da sua viagem.

Organize seus documentos numa pasta e se não estiver viajando sozinho, organize os documentos de cada pessoa separadamente. Isso o ajudará a não perder um documento específico num mar de papeis e nem a confundir os seus documentos com os de outra pessoa, além de poupar muito tempo!

Leve sua pasta sempre na sua bagagem de mão, pois se acontecer de a sua mala ser extraviada no aeroporto, você não ficará sem documentos e evitará um problemão. Para países que necessitam de visto antecipado, é preciso que você pesquise a fundo a respeito do tipo de visto no qual sua situação se encaixa e faça a solicitação no consulado do país, onde você obterá os passos do procedimento de emissão do visto que incluem a entrega dos documentos necessários, o recolhimento da taxa e a entrevista.

Lembrando que estes posts estão sendo baseados em uma pequena experiência pessoal de viagem e as dicas que estão sendo disponibilizadas aqui não são regras ou constituem uma única verdade. Sabendo disto, procure diversas fontes de informação e assim você estará sempre aprendendo algo novo e a cada viagem você vai poder acrescentar à sua própria experiência e fazer suas próprias dicas. Demais, não?

É isso aí, o que você acharam do nosso segundo post?

Tem uma dúvida? Deixe nos comentários!

Até a próxima.

Postagens mais visitadas